psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2
psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2
psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2

Como lidar com conflitos de forma assertiva

Como lidar com conflitos de forma assertiva

Os conflitos são inevitáveis em nossas relações interpessoais, pois as pessoas pensam, sentem e agem de forma diferente.

Diante dessas divergências, muitos indivíduos reagem de forma passiva, permitindo que suas necessidades e desejos sejam subordinados aos outros, enquanto outros adotam uma postura agressiva, impondo suas opiniões de maneira hostil.

Há ainda aqueles que optam por uma atitude passivo-agressiva, que pode gerar comportamentos birrentos ou manipulativos.

No entanto, há uma alternativa mais saudável para lidar com essas situações: a assertividade.

Ser assertivo é encontrar um meio-termo entre ceder e destruir, entre a passividade e a agressão. É uma maneira de se relacionar que permite resolver conflitos satisfazendo as necessidades pessoais e dos outros.

A postura assertiva envolve reconhecer a necessidade do outro, comunicar as próprias necessidades e sentimentos de forma clara e honesta, mantendo respeito e consideração pelo outro.

Significa não fazer suposições sobre as intenções do outro, mas sim reconhecer suas necessidades e direitos e tentar chegar a um meio-termo que satisfaça a todos.

Um exemplo de como ser assertivo é uma mãe ou pai que entra no quarto do filho adolescente e, em vez de perder a paciência, diz de forma calma: “sei que você tem coisas bem mais interessantes para fazer do que ficar arrumando seu quarto, mas quando você deixa as roupas fora, acaba por me obrigar a guardá-las, o que não é justo, já que tenho também coisas para fazer. Por isso, gostaria que você guardasse suas roupas dentro do armário antes de sair de casa. Com isso, todos ficaremos felizes e você poderá cuidar de coisas mais interessantes.”

É importante lembrar que a assertividade é uma habilidade que pode ser aprendida e desenvolvida.

Ao praticá-la, é possível resolver conflitos de forma mais eficaz, sem prejudicar as relações interpessoais.

Aprender a relacionar-se de um modo em que todos ganhem ainda não é ensinado de modo consistente nas escolas, mas não é motivo para desistir facilmente diante do desafio de resolver conflitos com a maior harmonia possível.

Portanto, quando surgir um conflito em uma relação interpessoal, lembre-se de que há uma alternativa assertiva que permite que as necessidades de todos sejam atendidas.

Com um pouco de prática, é possível desenvolver essa habilidade e transformar a maneira como você se relaciona com as pessoas ao seu redor.

Dr Cyro Masci - autor 1
Autor: Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738
Psiquiatria Integrativa

Como lidar com conflitos de forma assertiva

Como lidar com conflitos de forma assertiva

Os conflitos são inevitáveis em nossas relações interpessoais, pois as pessoas pensam, sentem e agem de forma diferente.

Diante dessas divergências, muitos indivíduos reagem de forma passiva, permitindo que suas necessidades e desejos sejam subordinados aos outros, enquanto outros adotam uma postura agressiva, impondo suas opiniões de maneira hostil.

Há ainda aqueles que optam por uma atitude passivo-agressiva, que pode gerar comportamentos birrentos ou manipulativos.

No entanto, há uma alternativa mais saudável para lidar com essas situações: a assertividade.

Ser assertivo é encontrar um meio-termo entre ceder e destruir, entre a passividade e a agressão. É uma maneira de se relacionar que permite resolver conflitos satisfazendo as necessidades pessoais e dos outros.

A postura assertiva envolve reconhecer a necessidade do outro, comunicar as próprias necessidades e sentimentos de forma clara e honesta, mantendo respeito e consideração pelo outro.

Significa não fazer suposições sobre as intenções do outro, mas sim reconhecer suas necessidades e direitos e tentar chegar a um meio-termo que satisfaça a todos.

Um exemplo de como ser assertivo é uma mãe ou pai que entra no quarto do filho adolescente e, em vez de perder a paciência, diz de forma calma: “sei que você tem coisas bem mais interessantes para fazer do que ficar arrumando seu quarto, mas quando você deixa as roupas fora, acaba por me obrigar a guardá-las, o que não é justo, já que tenho também coisas para fazer. Por isso, gostaria que você guardasse suas roupas dentro do armário antes de sair de casa. Com isso, todos ficaremos felizes e você poderá cuidar de coisas mais interessantes.”

É importante lembrar que a assertividade é uma habilidade que pode ser aprendida e desenvolvida.

Ao praticá-la, é possível resolver conflitos de forma mais eficaz, sem prejudicar as relações interpessoais.

Aprender a relacionar-se de um modo em que todos ganhem ainda não é ensinado de modo consistente nas escolas, mas não é motivo para desistir facilmente diante do desafio de resolver conflitos com a maior harmonia possível.

Portanto, quando surgir um conflito em uma relação interpessoal, lembre-se de que há uma alternativa assertiva que permite que as necessidades de todos sejam atendidas.

Com um pouco de prática, é possível desenvolver essa habilidade e transformar a maneira como você se relaciona com as pessoas ao seu redor.

Dr Cyro Masci - autor 1
Autor: Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738

Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738

otorrino em florianopolisComo lidar com conflitos de forma assertiva

OUTROS DESTAQUES

Go to Top