psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2
psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2
psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2

Qual a diferença entre um ataque do transtorno de pânico e um ataque de ansiedade aguda?

Qual a diferença entre um ataque do transtorno de pânico e um ataque de ansiedade aguda?

Embora os ataques de pânico e os ataques de ansiedade aguda possam parecer semelhantes à primeira vista, eles têm algumas diferenças importantes:

Intensidade: Os ataques de pânico geralmente são mais intensos e avassaladores do que os ataques de ansiedade aguda. Eles envolvem uma súbita e intensa onda de medo ou desconforto, frequentemente acompanhada por uma sensação de perigo iminente, perda de controle ou morte. Em contraste, os ataques de ansiedade aguda são geralmente menos intensos e podem ser desencadeados por um estressor específico.

Duração: Os ataques de pânico tendem a ser de curta duração, geralmente atingindo seu pico em cerca de 10 minutos e diminuindo gradualmente. Os ataques de ansiedade aguda podem durar mais tempo, especialmente se a pessoa continuar a ser exposta ao estressor que desencadeou a ansiedade.

Gatilhos: Os ataques de pânico geralmente ocorrem de repente e sem um gatilho aparente, enquanto os ataques de ansiedade aguda são mais frequentemente desencadeados por uma situação ou evento específico que a pessoa percebe como ameaçador ou estressante.

Preocupação com ataques futuros: Pessoas com transtorno de pânico frequentemente se preocupam com a possibilidade de ter mais ataques de pânico e podem evitar situações ou lugares que acreditam que possam desencadear um ataque. Essa preocupação persistente não é tão comum em ataques de ansiedade aguda, que tendem a ser mais situacionais.

Diagnóstico: O transtorno de pânico é um diagnóstico específico dentro dos transtornos de ansiedade, caracterizado por ataques de pânico recorrentes e inesperados, bem como preocupação e mudanças comportamentais relacionadas a esses ataques. A ansiedade aguda, por outro lado, pode ser um sintoma de diversos transtornos de ansiedade ou estresse, como transtorno de ansiedade generalizada, transtorno do estresse pós-traumático ou fobia específica.

É importante lembrar que, embora essas diferenças possam ser úteis para distinguir os dois tipos de experiências, a linha entre eles nem sempre é clara. Algumas pessoas podem ter sintomas que se sobrepõem entre os ataques de pânico e a ansiedade aguda. Se você ou alguém que você conhece está enfrentando sintomas de ansiedade preocupantes, é importante procurar a avaliação e o tratamento de um médico psiquiatra.

Dr Cyro Masci - autor 1
Autor: Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738
Psiquiatria Integrativa

Qual a diferença entre um ataque do transtorno de pânico e um ataque de ansiedade aguda?

Qual a diferença entre um ataque do transtorno de pânico e um ataque de ansiedade aguda?

Embora os ataques de pânico e os ataques de ansiedade aguda possam parecer semelhantes à primeira vista, eles têm algumas diferenças importantes:

Intensidade: Os ataques de pânico geralmente são mais intensos e avassaladores do que os ataques de ansiedade aguda. Eles envolvem uma súbita e intensa onda de medo ou desconforto, frequentemente acompanhada por uma sensação de perigo iminente, perda de controle ou morte. Em contraste, os ataques de ansiedade aguda são geralmente menos intensos e podem ser desencadeados por um estressor específico.

Duração: Os ataques de pânico tendem a ser de curta duração, geralmente atingindo seu pico em cerca de 10 minutos e diminuindo gradualmente. Os ataques de ansiedade aguda podem durar mais tempo, especialmente se a pessoa continuar a ser exposta ao estressor que desencadeou a ansiedade.

Gatilhos: Os ataques de pânico geralmente ocorrem de repente e sem um gatilho aparente, enquanto os ataques de ansiedade aguda são mais frequentemente desencadeados por uma situação ou evento específico que a pessoa percebe como ameaçador ou estressante.

Preocupação com ataques futuros: Pessoas com transtorno de pânico frequentemente se preocupam com a possibilidade de ter mais ataques de pânico e podem evitar situações ou lugares que acreditam que possam desencadear um ataque. Essa preocupação persistente não é tão comum em ataques de ansiedade aguda, que tendem a ser mais situacionais.

Diagnóstico: O transtorno de pânico é um diagnóstico específico dentro dos transtornos de ansiedade, caracterizado por ataques de pânico recorrentes e inesperados, bem como preocupação e mudanças comportamentais relacionadas a esses ataques. A ansiedade aguda, por outro lado, pode ser um sintoma de diversos transtornos de ansiedade ou estresse, como transtorno de ansiedade generalizada, transtorno do estresse pós-traumático ou fobia específica.

É importante lembrar que, embora essas diferenças possam ser úteis para distinguir os dois tipos de experiências, a linha entre eles nem sempre é clara. Algumas pessoas podem ter sintomas que se sobrepõem entre os ataques de pânico e a ansiedade aguda. Se você ou alguém que você conhece está enfrentando sintomas de ansiedade preocupantes, é importante procurar a avaliação e o tratamento de um médico psiquiatra.

Dr Cyro Masci - autor 1
Autor: Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738

Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738

otorrino em florianopolisQual a diferença entre um ataque do transtorno de pânico e um ataque de ansiedade aguda?

OUTROS DESTAQUES

Go to Top