psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2
psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2
psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2

Você não é o seu pensamento

Você não é o seu pensamento

Você já se viu preso em um ciclo de pensamentos negativos e não sabe como sair dele? A técnica de rotular pensamentos pode ser a resposta que você estava procurando. Trata-se de dar um nome ou rótulo aos seus pensamentos, para ajudá-lo a se desconectar emocionalmente deles.

Quando você rotula seus pensamentos, você os separa da sua identidade e os trata como eventos mentais transitórios, em vez de verdades absolutas.

Rotular pensamentos permite que você os observe sem se identificar com eles, o que pode levar a uma maior clareza mental e uma maior capacidade de lidar com situações estressantes.

Exemplos práticos de rotular pensamentos

  • Ao invés de pensar “Eu sou um fracasso”, rotule o pensamento como “Eu estou tendo um pensamento de fracasso”.
  • Quando você se pega pensando em algo que não gosta em si mesmo, rotule o pensamento como “Estou tendo um pensamento negativo sobre mim mesmo”.
  • Se você está preocupado com algo que pode acontecer no futuro, rotule o pensamento como “Estou tendo um pensamento ansioso sobre o futuro”.
  • Quando você se pega julgando alguém, rotule o pensamento como “Estou tendo um pensamento crítico sobre essa pessoa”.

Ao dar um nome ou rótulo aos seus pensamentos, você pode se desconectar emocionalmente deles e observá-los como eventos mentais transitórios, em vez de verdades absolutas.

Lembre-se, você não é o seu pensamento, e rotulá-los pode ser o primeiro passo para se libertar do ciclo de ruminação negativa.

Priorize o seu equilíbrio emocional, ele é a chave para uma vida plena e feliz.

Dr Cyro Masci - autor 1
Autor: Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738
Psiquiatria Integrativa

Você não é o seu pensamento

Você não é o seu pensamento

Você já se viu preso em um ciclo de pensamentos negativos e não sabe como sair dele? A técnica de rotular pensamentos pode ser a resposta que você estava procurando. Trata-se de dar um nome ou rótulo aos seus pensamentos, para ajudá-lo a se desconectar emocionalmente deles.

Quando você rotula seus pensamentos, você os separa da sua identidade e os trata como eventos mentais transitórios, em vez de verdades absolutas.

Rotular pensamentos permite que você os observe sem se identificar com eles, o que pode levar a uma maior clareza mental e uma maior capacidade de lidar com situações estressantes.

Exemplos práticos de rotular pensamentos

  • Ao invés de pensar “Eu sou um fracasso”, rotule o pensamento como “Eu estou tendo um pensamento de fracasso”.
  • Quando você se pega pensando em algo que não gosta em si mesmo, rotule o pensamento como “Estou tendo um pensamento negativo sobre mim mesmo”.
  • Se você está preocupado com algo que pode acontecer no futuro, rotule o pensamento como “Estou tendo um pensamento ansioso sobre o futuro”.
  • Quando você se pega julgando alguém, rotule o pensamento como “Estou tendo um pensamento crítico sobre essa pessoa”.

Ao dar um nome ou rótulo aos seus pensamentos, você pode se desconectar emocionalmente deles e observá-los como eventos mentais transitórios, em vez de verdades absolutas.

Lembre-se, você não é o seu pensamento, e rotulá-los pode ser o primeiro passo para se libertar do ciclo de ruminação negativa.

Priorize o seu equilíbrio emocional, ele é a chave para uma vida plena e feliz.

Dr Cyro Masci - autor 1
Autor: Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738

Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738

otorrino em florianopolisVocê não é o seu pensamento

OUTROS DESTAQUES

Go to Top