psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2
psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2
psiquiatra - dr cyro masci - logo transparente 2

10 Medidas para combater o Burnout: estratégias práticas para recuperar o controle e o bem-estar no trabalho

10 Medidas para combater o Burnout: estratégias práticas para recuperar o controle e o bem-estar no trabalho

O Burnout é uma condição médica resultante da pressão e do estresse relacionados ao trabalho. Caracteriza-se por grande fadiga, exaustão emocional, despersonalização e redução da realização pessoal. A prevalência deste fenômeno tem crescido significativamente, afetando adversamente a saúde e a produtividade dos indivíduos.

A seguir, apresentamos dez dicas para enfrentar o Burnout, oferecendo estratégias práticas para melhorar sua qualidade de vida e eficiência no trabalho:

1. Mapeamento de valores e dissonâncias

Inicie com um exercício de autoconhecimento: pegue uma folha de papel e divida-a em duas colunas. Na primeira, escreva “O que eu valorizo na minha vida” e na segunda, “O que eu detesto na minha vida”. Este exercício ajuda a identificar seus valores fundamentais, como autonomia, família, liberdade e bem-estar emocional, e os fatores de tensão que contrariam esses valores, oferecendo um ponto de partida para mudanças construtivas.

2. Intervenção estratégica

Evite envolvimento emocional nos aspectos que demandam intervenção. Concentre-se em soluções práticas e considere buscar aconselhamento profissional ou discutir suas preocupações com um mentor para direcionar mudanças efetivas.

3. Equilíbrio entre desafios e tédio

Verifique se há um equilíbrio saudável entre os desafios e o tédio no trabalho. A falta de desafios estimulantes pode ser tão estressante quanto a sobrecarga. Modifique sua rotina para incluir até 20% de atividades que lhe proporcionem satisfação e representem desafios reais.

4. Autonomia versus responsabilidade

Se enfrenta grande responsabilidade sem autonomia suficiente, uma conversa franca com a liderança pode melhorar sua situação. Explique como um maior equilíbrio pode beneficiar tanto sua saúde mental quanto sua produtividade.

5. Gerenciamento das funções executivas

Aplicar a técnica do Pomodoro (veja descrição abaixo) pode ajudar a manter sua mente ágil e sua produtividade elevada, minimizando o risco de esgotamento. Este método envolve períodos de concentração seguidos por breves pausas. Saiba mais sobre como aplicar esta técnica.

6. Redução da fadiga visual

Para evitar a fadiga ocular, faça pausas regulares, olhando para um ponto distante a cada duas horas por 20 segundos. Isso ajuda a relaxar os músculos dos olhos e reduzir o cansaço visual.

7. Gestão de estímulos digitais

Configurar seu celular para o modo “Não Perturbe” e limitar a verificação de mensagens a momentos específicos do dia pode reduzir interrupções e estresse, permitindo melhor foco nas tarefas.

8. Escolha de interações sociais

Priorize interações com pessoas que contribuem positivamente para seu bem-estar. Evite relacionamentos com indivíduos excessivamente críticos ou negativos, pois essas interações podem ser tóxicas e exacerbam o estresse.

9. Celebração do positivo

Contrabalance a tendência natural do cérebro de focar no negativo, celebrando suas vitórias e reconhecendo os aspectos positivos ao seu redor. Isso melhora seu humor e sua perspectiva geral.

10. Planejamento de descanso ativo

Organize períodos de descanso, como fins de semana e férias, com atividades de ócio criativo que reponham suas energias. Evite inatividade prolongada, que pode resultar em mais estresse.

Ao implementar estas medidas, você poderá reduzir significativamente os sintomas do Burnout, melhorando sua qualidade de vida e eficiência no trabalho.

Para conhecer mais sobre Burnout, veja nosso Guia gratuito aqui.

 


Técnica Pomodoro

 

Desenvolvida por Francesco Cirillo, essa metodologia se baseia na divisão do trabalho em intervalos curtos e cronometrados (originalmente foi utilizado um relógio de cozinha na forma de um tomate, vem dai o nome de Técnica Pomodoro), alternados com períodos de descanso.

A técnica propõe:

  • Trabalho focado por 25 minutos, seguido de
  • Pausa de 5 minutos para atividades leves como respirar, alongar-se ou beber água.
  • Após quatro ciclos, uma pausa mais extensa, de 15 a 30 minutos, é recomendada. Esse momento deve ser usado para se afastar do trabalho, praticar um alongamento mais completo ou, idealmente, uma sessão de mindfulness.

Essa estratégia não só potencializa a capacidade de manter o foco durante intervalos de tempo definidos, mas também eleva a produtividade ao mesmo tempo em que minimiza o cansaço físico e mental.

Dr Cyro Masci - autor 1
Autor: Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738
Psiquiatria Integrativa

10 Medidas para combater o Burnout: estratégias práticas para recuperar o controle e o bem-estar no trabalho

10 Medidas para combater o Burnout: estratégias práticas para recuperar o controle e o bem-estar no trabalho

O Burnout é uma condição médica resultante da pressão e do estresse relacionados ao trabalho. Caracteriza-se por grande fadiga, exaustão emocional, despersonalização e redução da realização pessoal. A prevalência deste fenômeno tem crescido significativamente, afetando adversamente a saúde e a produtividade dos indivíduos.

A seguir, apresentamos dez dicas para enfrentar o Burnout, oferecendo estratégias práticas para melhorar sua qualidade de vida e eficiência no trabalho:

1. Mapeamento de valores e dissonâncias

Inicie com um exercício de autoconhecimento: pegue uma folha de papel e divida-a em duas colunas. Na primeira, escreva “O que eu valorizo na minha vida” e na segunda, “O que eu detesto na minha vida”. Este exercício ajuda a identificar seus valores fundamentais, como autonomia, família, liberdade e bem-estar emocional, e os fatores de tensão que contrariam esses valores, oferecendo um ponto de partida para mudanças construtivas.

2. Intervenção estratégica

Evite envolvimento emocional nos aspectos que demandam intervenção. Concentre-se em soluções práticas e considere buscar aconselhamento profissional ou discutir suas preocupações com um mentor para direcionar mudanças efetivas.

3. Equilíbrio entre desafios e tédio

Verifique se há um equilíbrio saudável entre os desafios e o tédio no trabalho. A falta de desafios estimulantes pode ser tão estressante quanto a sobrecarga. Modifique sua rotina para incluir até 20% de atividades que lhe proporcionem satisfação e representem desafios reais.

4. Autonomia versus responsabilidade

Se enfrenta grande responsabilidade sem autonomia suficiente, uma conversa franca com a liderança pode melhorar sua situação. Explique como um maior equilíbrio pode beneficiar tanto sua saúde mental quanto sua produtividade.

5. Gerenciamento das funções executivas

Aplicar a técnica do Pomodoro (veja descrição abaixo) pode ajudar a manter sua mente ágil e sua produtividade elevada, minimizando o risco de esgotamento. Este método envolve períodos de concentração seguidos por breves pausas. Saiba mais sobre como aplicar esta técnica.

6. Redução da fadiga visual

Para evitar a fadiga ocular, faça pausas regulares, olhando para um ponto distante a cada duas horas por 20 segundos. Isso ajuda a relaxar os músculos dos olhos e reduzir o cansaço visual.

7. Gestão de estímulos digitais

Configurar seu celular para o modo “Não Perturbe” e limitar a verificação de mensagens a momentos específicos do dia pode reduzir interrupções e estresse, permitindo melhor foco nas tarefas.

8. Escolha de interações sociais

Priorize interações com pessoas que contribuem positivamente para seu bem-estar. Evite relacionamentos com indivíduos excessivamente críticos ou negativos, pois essas interações podem ser tóxicas e exacerbam o estresse.

9. Celebração do positivo

Contrabalance a tendência natural do cérebro de focar no negativo, celebrando suas vitórias e reconhecendo os aspectos positivos ao seu redor. Isso melhora seu humor e sua perspectiva geral.

10. Planejamento de descanso ativo

Organize períodos de descanso, como fins de semana e férias, com atividades de ócio criativo que reponham suas energias. Evite inatividade prolongada, que pode resultar em mais estresse.

Ao implementar estas medidas, você poderá reduzir significativamente os sintomas do Burnout, melhorando sua qualidade de vida e eficiência no trabalho.

Para conhecer mais sobre Burnout, veja nosso Guia gratuito aqui.

 


Técnica Pomodoro

 

Desenvolvida por Francesco Cirillo, essa metodologia se baseia na divisão do trabalho em intervalos curtos e cronometrados (originalmente foi utilizado um relógio de cozinha na forma de um tomate, vem dai o nome de Técnica Pomodoro), alternados com períodos de descanso.

A técnica propõe:

  • Trabalho focado por 25 minutos, seguido de
  • Pausa de 5 minutos para atividades leves como respirar, alongar-se ou beber água.
  • Após quatro ciclos, uma pausa mais extensa, de 15 a 30 minutos, é recomendada. Esse momento deve ser usado para se afastar do trabalho, praticar um alongamento mais completo ou, idealmente, uma sessão de mindfulness.

Essa estratégia não só potencializa a capacidade de manter o foco durante intervalos de tempo definidos, mas também eleva a produtividade ao mesmo tempo em que minimiza o cansaço físico e mental.

Dr Cyro Masci - autor 1
Autor: Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738

Dr. Cyro Masci
CREMESP 39126
Psiquiatra RQE CFM 9738

otorrino em florianopolis10 Medidas para combater o Burnout: estratégias práticas para recuperar o controle e o bem-estar no trabalho

OUTROS DESTAQUES

Go to Top